Manter o site, de um modo geral custa tempo e dinheiro, mas fazemos isso porque acreditamos que o nosso trabalho é importante. Saiba mais

Encontre o local que faça a coleta ou e reciclagem dos resíduos sólidos e perigosos. Clique aqui

S

SAC – SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE – Envolve ações de telemarketing,suporte, reclamações, fullfilment.

SAID TO CONTAIN (SAID TO CONTAIN – STC) – Termo que significa que otransportador não está ciente da natureza ou da quantidade dos conteúdos de por exemplo uma caixa ou contenedor e conta com a descrição fornecida pelo expedidor.

SALDO DISPONÍVEL – É a quantidade física em estoque, já abatendo as quantidades emestoque que estão reservadas.

SATISFAÇÃO DO CLIENTE – Resultado da entrega de um produto ou serviço que tenhaatendido os requisitos do cliente.

SAZONALIDADE – Um padrão repetitivo cíclico de demanda que apresenta algunsperíodos de considerável elevação ou redução, geralmente devido a fatores climáticos, culturais ou convenções humanas.

SCE – Supply Chain Execution ou Execução da Cadeia de Abastecimento.

SCM – Supply Chain Management ou Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento.

SCOR – Supply Chain Operation Model ou Modelo de Referência das Operações naCadeia de Abastecimento. Foi criado pelo Supply Chain Council (USA) visando padronizar a descrição dos processos na cadeia de abastecimento.

SCR – Synchronized Customer Response.

SCRAP – Resíduos.

SEÇOES DE TRABALHO (JOB SHOP) – Forma funcional de organização da manufatura,cujos centros de trabalho são organizados por tipos de equipamentos.

SEGMENTAÇÃO DE MERCADO (MARKET SEGMENTATION) – A habilidade paraidentificar um mercado alvo promissor e para selecionar as melhores estratégias para o marketing.

SEGURO (INSURANCE) – Resposta à mitigação de riscos. Política de seguros oucertificados que cobrem o embarque da mercadoria, desde o armazém até o destino.

5S – Programa de gerenciamento participativo que objetiva criar condições de trabalhoadequadas a todas as pessoas em todos os níveis hierárquicos da organização. A sigla 5″S” deriva das iniciais de cinco palavras japonesas: SEIRI, senso de classificação; SEITON, senso de ordenação/organização; SEISO, senso de limpeza; SEIKETSU, senso de padronização; e SHITSUKE, senso de disciplina.

SEIKETSU – Manter permanentemente a separação, a organização, a limpeza.

SEIRI – Separar o necessário do desnecessário e descartar este último.

SEIS SIGMA – Sigma é uma letra do alfabeto grego. O termo sigma é usado paradesignar a quantidade de desvios- padrões sobre a média de qualquer processo ou procedimento. Para os negócios ou processos de manufatura, o valor do sigma é uma métrica que indica quão bem o processo é desempenhado. O sigma mede a capacidade do processo de não gerar defeitos. A escala sigma de medição está perfeitamente correlacionada a algumas características, como: defeito por unidades, peças por milhão defeituosas, e a probabilidade de falha e erro. A capacidade seis sigma significa que não mais do que três, quatro defeitos por milhão de peças.

SEISSO – Limpeza e inspeção para eliminar pequenos defeitos e irregularidades.

SEITON – Organizar o necessário e indicar para que todos entendam o objetivo.

SELF-BILLING – Prática segundo a qual o fornecedor encaminha uma cobrança para seucliente, com base nos itens enviados ou utilizados no reabastecimento.

SELL-OUT – Liquidação ou promoção de venda para zerar o saldo de uma mercadoriasemi-acabados, acabados e do fluxo de informações a eles relativos, desde a origem até o consumo, com o propósito de atender aos requisitos dos clientes.

SEMI-REBOQUE – Veículo de um ou mais eixos que se apóia na sua unidade tratora, oué a ela ligada por uma articulação. É o conjunto monolítico formado pela carroceria com um eixo e rodas. É engatado no cavalo mecânico ou trator para o transporte, ou ainda passa a ser utilizado como reboque, quando é engatado em um dolly. É muito utilizado no transporte de cana de açúcar.

SEPARAÇÃO AGRUPADA – Um operador separa do contenedor material para diversospedidos e daí classifica os produtos para cada ordem em uma única viagem na área de separação. Tipicamente utilizado quando os volumes de diversos pedidos podem ser separados numa única viagem.

SEPARAÇÃO AUTOMÁTICA – Reconhecimento eletrônico das embalagens por tamanhoou código, permitindo que estas sejam separadas em grupo.

SEPARAÇÃO DE PEDIDOS – Atividade de desmonte de cargas uniformes com afinalidade de compor uma carga mista de itens de produtos com a finalidade de atender ao pedido de um cliente.

SEPARAÇÃO DE PEDIDOS DISCRETA (DISCRETE ORDER PICKING) – Conclusão deum único pedido por vez. Esta metodologia requer um giro completo pela área de separação de pedidos para cada pedido a ser expedido.

SEPARAÇÃO E EMBALAGEM (PICK AND PACK) – Processo de retirar os produtos deum estoque e embalá-los de acordo com as condições determinadas pelo cliente.

SEPARAÇÃO EM LOTE – Significa separação de cada pedido ou grupos de pedidos deuma única vez.

SEPARAÇÃO EM ONDA – Um sistema de separação por pedido que divide cadamudança dentro de um período, ou pedido, durante o qual cada grupo específico de pedidos é separado e carregado.

SEPARAÇÃO NEGATIVA (NEGATIVE PICKING) – Dispositivo que permite puxar opaleta todo e devolver um pequeno numero de itens ao local de origem caso ocorra excesso de quantidade em relação a um certo dado limiar.

SEPARAÇÃO POR LUZ – Técnica de separação que utiliza displays para indicar aquantidade de um item por pedido. O operador separa os itens de um pedido em um contenedor na quantidade indicada no display.

SEPARAÇÃO POR ZONA – A separação está organizada por zonas com um operadorpor zona que separa todos os pedidos. Tipicamente utilizado para separação de alta velocidade para um limitado número de itens. É um processo de separação de produtos onde pessoas são designadas para atuar em áreas específicas do armazém. Os pedidos geralmente são separados por diversas pessoas, em diferentes zonas, e acumulados próximos das docas de expedição para um sortimento.

SEPARADOR (DUNNAGE) – Madeira ou outro material utilizado na separação de caras,internos a um contenedor, como pranchas, blocos ou braçadeiras de metal. É utilizado em transporte e estoque para suporte e segurança dos suprimentos, protegendo-os de avarias, proporcionando manuseio conveniente

SEPARAR E EMBALAR (PICK-PACK) – Processo de separação e embalagem queconsiste em colocar os produtos diretamente na embalagem de expedição.

SEQÜÊNCIA DE AUTO-REABASTECIMENTO (SEL-REPLENISHMENT SEQUENCE) -Pedido no qual os produtos chegam no armazém do varejista e são colocados nas prateleiras da loja – muitas operações de distribuição incluem separação de produtos em gaiolas para tornar mais eficiente do que a estocagem em prateleiras.

SERVIÇO – Resultados gerados por atividades na interface fornecedor -cliente, e poratividades internas do fornecedor para atender às necessidades do cliente.

SERVIÇO AO CLIENTE – Habilidades desenvolvidas pela empresa para atender asnecessidades, solicitações e pedidos de informação dos clientes.

SERVIÇO AO CONSUMIDOR (CUSTOMER SERVICE) – O termo geral para descrever onível, a frequência e o tipo de serviço de entrega fornecido para os clientes. Existem muitas implicações comerciais, práticas e físicas quanto aos custos do ponto de vista da distribuição.

SERVIÇO COMPLETO DE LOCAÇÃO DE CAMINHÃO (FULL SERVICE TRUCK LEASE) – Sistema para atender às necessidades do cliente no que se refere ao caminhãobem como aos serviços adicionais de suporte.

SERVIÇO DE ABASTECIMENTO (FEEDER SERVICE) – Linhas de transporte curto quevão dos caminhões para áreas próximas para coleta e distribuição de frete para a principal operação de transporte. Linhas de serviço de abastecimento geralmente têm entre 40 a 50 quilômetros.

SERVIÇO DE COURIER (COURIER SERVICE) – Serviço de entrega rápida de porta aporta para produtos e documentos geralmente valiosos.

SET UP – Trabalho necessário para se mudar uma máquina específica, recurso, centrode trabalho e linha de produção, do término da última peça da produção A até a primeira peça da produção B. Tempo compreendido entre a paralisação de produção de uma máquina, a troca do seu ferramental e a volta de sua produção.

SFC – SHOP FLOOR CONTROL – Controle de Chão de Fábrica.

SHELF LIFE – Tempo que um item pode ser mantido em estoque, antes de se tornarimprestável para comercialização.

SHELVING RACK – Estante

SHINCAR – Envolver os materiais do pálete com um filme plástico protegendo amercadoria.

SHIP BROKER – Agente Marítimo.

SHIPNET – Uma rede para EDI no comércio internacional, específica para contratação defrete para as industrias fornecedoras.

SHIPPING AREA – Área de Expedição.

SHIPPING ou EXPEDIÇÃO – Departamento de uma empresa que de posse da Nota Fiscal ou uma pré-Nota Fiscal identifica, separa, embala, pesa (se necessário) e carrega os materiais nos veículos de transporte.

SHITSUKE – Criar o hábito de seguir as regras da empresa e da sociedade e procurarpensar no bem estar dos outros, como padrão mais importante a ser seguido.

SIDELIFTER – É uma carreta com guindaste próprio para auto-embarque oudesembarque de conteineres.

SIDER – Caminhão com carregamento lateral e com lonas de fechamento.

SIDETRACK OU CAMINHO ALTERNATIVO – É quando se utiliza um percurso diferentedo habitual ou previsto, por variados motivos (trânsito ruim, segurança, etc.).

SIGNALLING LIMITS veja LIMITES DE SINALIZAÇÃO

SIL – Sistema de Informações Logísticas, providencia a informação especificamentenecessária para subsídio da administração logística em todos os seus níveis hierárquicos. Para a alta administração serve para planejamentos, políticas e decisões estratégicas; Para a média gerência serve para planejamentos e decisões táticos; Para a supervisão serve para planejamentos, decisões e controles operacionais; Para o operacional serve para processamentos de transações e resposta a consultas.

SILO – Depósito impermeável para armazenamento de granéis com aparelhamento paracarga por cima e descarga por baixo.

SIMULAÇÃO (SIMULATION) – Técnica de observar e resolver um modelo artificial querepresenta um processo no mundo real, que por razões técnicas ou económicas não é viável ou disponível para uma experimentação direta.

SIMULAÇÃO MONTE CARLO (MONTE CARLO SIMULATION) – Uma subdivisão dosmodelos digitais de simulação com base em processos aleatórios ou probabilísticos.

SINCRONIZAÇÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO (SUPPLY CHAIN SYNCHRONIZATION) – Combinando o nível de saída de cada ponto da cadeia deabastecimento com estágio prioritário dentro de uma cadeia de abastecimento. A saída de cada atividade majoritária dentro de um sistema de fornecimento de produtos deve estar de acordo com o perfil de exigência do cliente. Também, a salda do fornecedor deve combinar com a saída da produção, salda da produção com as necessidades dos clientes, necessidades dos clientes com as necessidades dos consumidores finais.

SINCRONIZAÇÃO DA CADEIA DE DEMANDA (DEMAND CHAIN SYNCHRONIZATION) – Otimização das infra-estruturas e operações logísticas da perspectiva do mercado envolvendo o compartilhamento das informações de capacidade e previsão e gerenciamento dos ativos.

SISTEMA (SYSTEM) – Uma combinação de elementos que influenciam uns aos outros etêm relações especificas com o ambiente.

SISTEMA AUTOMÁTICO DE IDENTIFICAÇÃO (AUTOMATIC IDENTIFICATION SYSTEM – AIS) – Sistema que usa código de barras, radiofreqüência, tarjas magnéticas,reconhecimento ótico de caracteres e visão de máquina para ler e introduzir dados em computadores.

SISTEMA COM DOIS PONTOS DE PEDIDO (DOUBLE ORDER POINT SYSTEM) – Sistema de gerenciamento da distribuição do estoque que inclui dois pontos de pedido. O menor é igual ao ponto de pedido original, que abrange lead lime de reabastecimento. O segundo ponto de pedido é a soma do primeiro ponto de pedido mais a uso normal durante o lead time de manufatura. Permite que os armazéns avisem a manufatura quanto a pedidos futuros de reabastecimento.

SISTEMA DA QUALIDADE (OUALITY SYSTEM) – Estrutura organizacional,responsabilidades, procedimen-tos, processos e recursos para implementação da gestão da Qualidade.

SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ARMAZÉNS (WAREHOUSE MANAGEMENT SYSTEM-WMS) – Softwares aplicados é gestão de áreas de armazenagem, Ao que tangeao controle de entrada e salda de materiais, endereçamento, realização do FIFO. controle de estoque, formação de cargas para despadro, etc.

SISTEMA DE ADVERTÊNCIA ANTECIPADA (EARLY WARNING SYSTEM – EWS)– Sistema que aciona um mecanismo de sinalizações úteis para a tomada de decisões.

SISTEMA DE APOIO À DECISÃO – Sistema que disponibiliza subsídios paragerenciamento do negócio nos mais variados níveis da organização; sistema de computação para auxiliar na seleção e avaliação de alternativas de ações, pela utilização da análise lógica e quantitativa de fatores relevantes.

SISTEMA DE APOIO EXECUTIVO (EXECUTIVE SUPPORT SYSTEM) – Sistema deapoio à decisão desenvolvido especificamente para o nível gerencial – pode ser referenciado como sistema de informação executiva.

SISTEMA DE CARREGAMENTO (LOADING SYSTEM) – Alguns dos sistemas decarregamento mais comuns de carga unitizada, embalagens e carga a granel.

SISTEMA DE DIFUSÃO (BROADCAST SYSTEM) – Seqüência na qual certas unidadesespecificas são fabricadas e completadas dentro de um ritmo determinado. Esta seqüência se comunica aos centros de atividades de aprovisionamento e montagem para realizar as operações e colocar o material de tal forma que se combinem em uma unidade correta conforme ordem de montagem.

SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO FECHADA (CLOSED DISTRIBUTION SYSTEM) -Expedição restrita à movimentação de produtos acabados entre fábrica e instalações específicas.

SISTEMA DE DOIS PONTOS DE PEDIDO (DOUBLE ORDER POINT SYSTEM)– Gerenciamento da distribuição do estoque incluindo dois pontos de pedido – o menor igual ao ponto original, que abrange lead time de reabastecimento; o outro, a soma do primeiro ponto mais o uso normal durante o lead time de fabricação. O sistema permite aos armazéns avisarem a manufatura para pedidos futuros de reabastecimento.

SISTEMA DE DUAS CAIXAS (TWO-BIN SYSTEM) – Sistema no qual o estoque édistribuído em dois contenedores e as quantidades de item são retiradas de cada um deles. Quando o primeiro é esvaziado, inicia-se a retirada de material do outro e faz o pedido para que o anterior seja reabastecido.

SISTEMA DE EMPURRAR (PUSH SYSTEM) – Sistema tradicional de programação deprodução. Conforme os lotes de peças são processados de acordo com o programa, eles são empurrados para o próximo processo, independente de serem ou não necessários naquele momento. “Empurrar” pressupõe que a previsão de vendas vai dar certo, e toda a empresa “trabalha” achando que vai dar certo!

SISTEMA DE ESTOCAGEM POR GRAVIDADE (GRAVITY LIVE STORAGE) – Coloca-sepaletes e caixas no lado alimentador e transportadores livres que funcionam por gravidade permitindo que as unidades de estocagem alcancem a face de separação.

SISTEMA DE ESTOCAGEM/RECUPERAÇÃO AUTOMÁTICA (AUTOMATED STORAGE/RETRIEVAL SYSTEM – AS/RS) – Sistema de armazenagem em estruturasporta-palete de alta densidade com transelevadores que efetuam cargas e descargas automaticamente.

SISTEMA DE ESTOQUE BÁSICO (BASE INVENTORY SYSTEM) – Método de controlede estoque que inclui a maioria dos sistemas em prática como casos especiais. Neste sistema, quando um pedido ou item é recebido. é usado um documento de separação e as cópias. Chamadas pedidos de reabastecimento, são enviadas às etapas de produção para iniciar o reabastecimento de estoques. Pedidos positivos ou negativos, chamados pedidos de estoque básico também são ocasionalmente usados para ajuste do nível do estoque básico de cada item. Na prática, os pedidos de reabastecimento geralmente são acumulados quando emitidos e liberados a intervalos regulares.

SISTEMA DE ESTOQUE HÍBRIDO (HYBRID INVENTORY SYSTEM) – Sistema deestoque que combina características do modelo de estoque com quantidade fica de repetição de pedido. Características deste modelo de estoque podem ser combinadas de várias formas. Por exemplo, no sistema de combinação para revisão periódica, efetua-se um pedido se o nível de estoque ficar abaixo do nível especificado antes da data de revisão: ou, a quantidade de pedido é determinada na data de revisão seguinte. Outro sistema de estoque híbrido é o modelo opcional de reabastecimento.

SISTEMA DE ESTOQUE HÍBRIDO (HYBRID INVENTORY SYSTEM) – Combinação dedois modelos de estoque com pedidos de reposição e quantidade fixa.

SISTEMA DE ESTOQUE VIRTUAL (VIRTUAL INVENTORY SYSTEM – VIS) – Rede online para localização de materiais em qualquer lugar da cadeia de abastecimento (fabricação, armazéns, trânsito, transporte etc).

SISTEMA DE EXECUÇÃO COLABORATIVO (COLLABORATIVE EXECUTION SYSTEM) – Software que capacita a coordenação e o fluxo de informação por meio dacadeia de valor.

SISTEMA DE EXECUÇÃO LOGÍSTICA (LOGISTIC EXECUTION SYSTEM – LES) -Soluções especializadas aplicadas à logística (WMS, TMS etc).

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM (WAREHOUSE MANAGEMENT SYSTEM – WMS) – Softwares utilizados na gestão das atividades de armazenagem, paracontrole de entrada e saída de materiais, endereçamento, realização FIFO, controle de estoque, formação de cargas para despacho etc.

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÃO (MANAGEMENT INFORMATION SYSTEM – MIS) – Processamento e manipulação da informação para suporte aogerenciamento das operações.

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE (TRANSPORTATION MANAGEMENT SYSTEM – TMS) – Conjunto de softwares para automatização de cincofunções básicas: auditoria no pagamento de fretes, planejamento de transporte, desempenho da transportadora, carregamento dos veículos e distância percorrida.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO (INFORMATION SYSTEM) – Gerenciamento do fluxo dedados na organização e, de forma sistêmica, entre seus parceiros, estruturado e eficaz para auxiliar no planejamento, implementação e controle de todos os processos.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE COMPRAS (PURCHASE INFORMATION SYSTEM – PIS)– Sistema de computação para auxiliar nas funções de compra, com vantagens comoaumento da produtividade, melhoria da acuracidade da informação e habilidade para trabalho em cenários distintos.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (GEOGRAPHICAL INFORMATION SYSTEM – GIS) – Conjunto de hardwares e softwares para dados de coleta,armazenagem, análise e disseminação das informações sobre as áreas da Terra.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETO (PMS) -Conjunto de soluções especializadas para o gerenciamento de projetos.

SISTEMA DE LIQUIDAÇÃO DE CONTAS DE TRANSPORTE DE CARGA (EM TRANSPORTE AÉREO) (CARGO ACCOUNTS SETTLEMENT SYSTEM – CASS) – Sistema de contabilidade e liquidação de contas entre uma companhia aérea CASS, e de outro lado agentes de carga designados pela IATA (Intemational Air Transport Association).

SISTEMA DE LOCALIZAÇÃO EM ESTOQUE (STOCK LOCATION SYSTEM) – Sistemaem que todos os locais em um armazém são nomeados e numerados para facilitar a estocagem e recuperação de estoque.

SISTEMA DE MANUFATURA FLEXÍVEL (FLEXIBLE MANUFACTURING SYSTEM – FMS) – Ligação seqüêncial por meio de equipamentos automáticos de transferência demateriais num conjunto de máquinas de produção, com integração a um sistema computadorizado.

SISTEMA DE PEDIDO COM QUANTIDADE FIXA (FIXED ORDER QUANTITY) – Técnicapara dimensionamento de lote em MRP ou gestão de estoque, com a qual os pedidos planejados ou reais são gerados para uma quantidade fixa predeterminada (ou múltiplos desta), caso haja excesso de necessidades em relação a quantidade de pedidos no período.

SISTEMA DE PEDIDO PERIÓDICO (PERIODIC ORDERING SYSTEM) – Sistema depedido em que determina-se em momentos fixos se um pedido deve ser efetuado e qual a quantidade.

SISTEMA DE PEDIDOS A PRAZO FIXO (CALL -OFF SYSTEM) – Sistema de pedido noqual os pedidos em aberto são efetuados e o pedido a prazo fixo é feito em datas posteriores.

SISTEMA DE PLANEJAMENTO AVANÇADO (ADVANCED PLANNING SYSTEM – APS) – Planejamento da demanda do suprimento, programação e execução avançadacom recursos da capacidade finita.

SISTEMA DE PLANEJAMENTO COM DATA FIXA (BUCKETLESS SYSTEM) – Técnicaaplicável ao planejamento das necessidades de material em que as necessidades em etapas são consideradas discretas e processadas individualmente pelo sistema MRP

SISTEMA DE PLANEJAMENTO DEFASADO (BUCKETLESS SYSTEM) – Técnicaaplicada ao planejamento das necessidades de material, com a qual as necessidades em etapa são consideradas discretas e processadas individualmente pelo sistema MRP.

SISTEMA DE PLANEJAMENTO POR PERIODO (BUCKETED SYSTEM) – Técnicaaplicável ao planejamento das necessidades de material em que as necessidades em etapas são acumuladas em períodos de tempo, e combinadas formando uma necessidade total, programada para ocorrer no início do período.

SISTEMA DE PLANEJAMENTO QUANTITATIVO (QUANTUM PLANNING SYSTEM) – Sistema de planejamento para produção em seções de trabalho. Neste sistema, vários produtos ou componentes dos quais um produto é formado são combinados (produtos compostos) sendo que cada um passa pelas várias etapas de processamento enquanto unidade. Em um produto composto combina- se os produtos que seguem a mesma seqüência de processamento. Esta combinação é feita de modo que o tempo de operação para um produto composto seja sempre constante para cada operação. Isto resulta em tempos e momentos iguais de avanço. Para produtos compostos com a mesma seqüência de processamento e o mesmo tempo de operação por operação, pode-se construir linhas de produção em que um tipo de linha de produção seja possível. Na verdade, estas linhas podem ser formadas através da organização de grupos relevantes de processamento em um layout de linha, ou orientação de produtos compostos por uma fábrica ou local de trabalho com um layout funcional por meio de um planejamento detalhado de modo a atingir o que se propõe a produção em linha.

SISTEMA DE PLANEJAMENTO SINCRONIZADO (BUCKETED SYSTEM) – Técnicaaplicada ao planejamento das necessidades de material, em etapas elas são acumuladas em período de tempo e combinadas numa necessidade total.

SISTEMA DE PONTO DE PEDIDO (ORDER POINT SYSTEM) – Sistema para solicitarprodutos de demanda independente no qual o momento de pedido e a quantidade de pedido devem estar coerentes com um número de condições previamente estabelecidas.

SISTEMA DE POSICIONAMENTO GLOBAL (GLOBAL POSITIONING SYSTEM – GPS) -Posicionador, navegador e sistema de transferência de tempo desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, para fornecer o posicionamento preciso e informação de velocidade e tempo em uma base global contínua para um limitado número de usuários devidamente equipados.

SISTEMA DE PRODUÇÃO DA TOYOTA (TOYOTA PRODUCTION SYSTEM – TPS) – Sistema de produção na qual o equipamento produtivo se organiza e sequência de acordo com os passos envolvidos na fabricação de um produto. Este termo denota que o fluxo de materiais é continuo durante o processo produtivo. As rotinas de trabalho são fixas e os formatos alteram-se com pouca freqüência.

SISTEMA DE PUXAR (PULL SYSTEM) – Sistema em que as peças necessárias para umposto de trabalho são requisitadas e puxadas até este posto. `Puxar` parte do principio de só produzir quando houver vendas, e toda a empresa cria condições para reduzir o ciclo de manufatura.

SISTEMA DE QUALIDADE (QUALITY SYSTEM) – Estrutura organizacional,responsabilidades, procedimentos, processos e recursos para implementação da gestão da qualidade.

SISTEMA DE QUANTIDADE FIXA DE PEDIDO (FIXED ORDER QUANTITY SYSTEM) – Técnica para dimensionamento de lote em MRP ou gestão de estoques que sempre irá fazer com que os pedidos planejados ou reais sejam gerados para uma quantidade fixa predeterminada, ou múltiplos desta, se outras necessidades para o período excederem a quantidade fixa de pedido.

SISTEMA DE REABASTECIMENTO (REPLENISHPMENT SYTEM) – Fornecimento dequantidades de um produto para atender às necessidades do cliente, com entrega baseada nas vendas, estoques, estoques padrões, localização dos estoques e tempos de processamento dos clientes.

SISTEMA DE REPETIÇÃO DE PEDIDOS A INTERVALO FIXO (FIXED INTERVAL REORDER SYSTEM) – Sistema de renovação periódica de pedido em que o Intervalo detempo entre os pedidos fixo, semanal, mensal ou trimestral, mas o tamanho do pedido não é fixo e os pedidos variam de acordo com o uso conforme última revisão. Este tipo de controle de estoques é empregado quando convém examinar os estoques em Intervalos de tempo fixos como por exemplo, em sistemas de controle de armazém, sistemas em que os pedidos são efetuados mecanicamente.

SISTEMA DE REPOSIÇÃO (REPLENISHMENT SYSTEM) – Sistema de seleção depedido imediatamente após o recebimento, de modo a evitar a estocagem e do estoque para a separação. O cross-docking real é o recebimento em um armazém de pré-seleção de pedidos para outro, onde um segundo armazém consolida as cargas despachadas. Engloba recebimento, separação, roteirizacão e despacho de produtos num mínimo intervalo de tempo, podendo, em alguns casos, envolver atividades.

SISTEMA DE SUPORTE AO DESEMPENHO (PERFORMANCE SUPPORT SYSTEM)– Ferramenta, baseada em computador, projetada para fornecimento, conforme a demanda, de informações específicas a respeito de procedimentos, esquemas, referências, aconselhamento de especialista etc.

SISTEMA DE VEICULO GUIADO AUTOMATICAMENTE (AUTOMATED GUIDED VEHICLE SYSTEM – AGVS) – Sistema de movimentação que encaminha materiais, e osposiciona em destinos predeterminados sem intervenção do operador.

SISTEMA DINÂMICO DE ESTOCAGEM – Este sistema é indicado nos casos deestocagem e movimentação de materiais com grande rotatividade, dentro do princípio “First in First out” (primeiro que entra, primeiro que sai). O fluxo de páletes é automático, movimentando-se sobre pistas de rolos ou de trilhos de roletes, por ação da gravidade, sem necessidade de empilhadeiras e operadores. O mesmo mantém-se numa velocidade constante, pois são usados, em toda extensão das pistas, Reguladores de Velocidade. A inclinação das pistas é determinada, no projeto, em função das características do pálete mais sua carga.

SISTEMA DUAS CAIXAS (TWO-BIN SYSTEM) – Sistema em que o estoque é distribuídoem dois contenedores fisicamente diferentes, e as quantidades necessárias do item são retiradas do primeiro contenedor. Quando o primeiro contenedor estiver vazio, é colocado um pedido para reabastecimento do mesmo, e o item passa a ser retirado do segundo contenedor.

SISTEMA ELETRÔNICO DE SUPORTE AO DESEMPENHO (ELECTRONIC PERFORMANCE SUPPORT SYSTEM) – Sistema em que as peças necessárias para umposto de trabalho são requisitadas e puxadas até este posto. `Puxar` parte do principio de só produzir quando houver vendas, e toda a empresa cria condições para reduzir o ciclo de manufatura.

SISTEMA INTELIGENTE DE TRÁFEGO (TRAFFIC INTELIGENT SYSTEM) – Conjuntosde tecnologias para implementação de rodovia inteligente, prevendo (via rede de computadores) monitoramento remoto das condições de tráfego, controle de velocidade, serviços de ajuda ao usuário etc.

SISTEMA LOGÍSTICO (LOGISTIC SYSTEM) – Atividade de planejamento e coordenaçãoda movimentação física e das informações sobre as operações de uma empresa para que o fluxo de matéria-prima, peças e produtos acabados seja realizado de forma a minimizar os custos totais dos níveis de serviços desejados.

SISTEMA MÍN-MÁX (MIN-MAX SYSTEM) – Tipo de sistema de reabastecimento no pontode pedido em que “min” (mínimo) é o ponto de pedido é “máx” (máximo) é o nível máximo de estoque.

SISTEMA MODULAR (MODULAR SYSTEM) – Sistema que consiste de componentesrelacionados a um módulo.

SISTEMA P (P-SYSTEM) – Sistema de gestão estoque envolvendo um pedido em dataespecífica para quantidades necessárias até a próxima data fixa de repedido, somado à quantidade de estoque necessária no tempo de reposição.

SISTEMA Q (Q-SYSTEM) – Sistema de gerenciamento de estoque envolvendo aotimização da quantidade de pedido e a padronização da quantidade de pedido.

SISTEMA TOYOTA DE PRODUÇÃO (TOYOTA PRODUCTION SYSTEM – TPS) – Tipode manufatura desenvolvida pela montadora para atingir a liderança em seu setor. Consiste na eliminação de perdas. Tem como base redução dos lotes e flexibilidade da produção, controle de peças para a montagem pelo sistema de puxar no momento necessário, arranjo dos equipamentos de produção na seqüência dos processos para que as pessoas trabalhem agregando valor e controle de qualidade nos equipamentos e processos, com o uso de dispositivos à prova de falhas e manutencção produtiva total.

SKU – Stock Keeping Units. Representa a unidade para a qual informações de venda e degestão de estoque são mantidas. Pode ser uma unidade de consumo de um produto ou uma caixa coletiva com diversas unidades do mesmo. Uma caixa coletiva com 20 unidades de um determinado item (sabonete de um dado tamanho e dado perfume, por exemplo) constitui um SKU, enquanto outra caixa com 40 unidades da mesma unidade de consumo representa um outro SKU.

SLA – Service Level Agreement ou Acordo sobre o Nível de Serviço.

SLIP SHEET – Placa rígida, feita com folhas de papel impregnadas com resinas, parasubstituir o palete tradicional.

SLM – Strategic Logistics Management ou Gestão Logística Estratégica.

SLOW MOVING – Materiais encontrados em uma empresa que não se movimentaramnos últimos três meses.

SMART TAG ou E-TAG – Etiqueta inteligente que possui um microchip capaz dearmazenar várias informações, como data de validade, lote de fabricação, descrição do produto, etc. Os dados são transmitidos por meio de radiofreqüência a um equipamento de leitura.

SMS – Short Mensaging System.

SOBRETAXA (SURCHARGE) – Adicional cobrado sobre o frete comum.

SOFTWARE DE OTIMIZAÇÃO (OPTIMIZATION SOFTWARE) – Equipamento quecombina algoritimos e modelagem com com capacidade para procesamento de dados e que reduz o tempo de desenvolvimento de aplicações e projetos.

SOLICITAÇÃO (REQUEST FOR INFORMATION – RFI) – Pedido de informações sobreprodutos, serviços e fornecedores.

SOLICITAÇÃO DE OFERTA (EM COMPRAS) (ENQUIRY) – Documento emitido por umaparte interessada na compra de produtos especificados e indicação de condições especificas desejáveis no que se refere aos termos de entrega, e outros, endereçados ao fornecedor potencial com o objetivo de obter uma oferta.

SOLICITAÇÃO E CONTROLE DE PEDIDO A PRAZO FIXO (CALL-OFF AND ORDER SURVEY – COOS) – Documento com o qual uma quantidade específica de produtos serásolicitada para entrega conforme ordem de compra, incluindo uma análise do pedido.

SOLICITAÇÃO PARA COTAÇÃO (RFQ – REQUEST FOR QUOTE) – Solictação paracotação de um produto ou serviço.

SOLICITAÇÃO PARA PROPOSTA (RFP – REQUEST FOR PROPOSAL) – Solicita feitaao fornecedor potencial para execução de um projeto.

SOP – Sales and Operations Planning, Planejamento de Vendas e Operações.

SORTIMENTO (SORTING) – Separação física de um subgrupo homogêneo de um grupoheterogêneo de itens.

SPC – Statistical Process Control.

STAKEHOLDERS – Palavra, que significa depositários. Pessoa ou grupo com interessena performance de organização e no meio ambiente na qual opera.

STOCK OPTIONS – Programa de Ações – um incentivo que permite aos funcionárioscomprar ações da empresa onde trabalham por um preço abaixo do mercado.

STV – Veículo de Transferência Ordenado.

SUAVIZAÇÃO EXPONENCIAL (EXPONENTIAL SMOOTHING) – Previsão de curto combase no período precedente e respectivo ajuste para o período seguinte. Trata-se de uma variação da previsão por média móvel, geralmente utilizada por ser de fácil implementação.

SUPERMERCADO (INBOUND STOCK POINT) – Local nas proximidades da fábrica paraonde são levados os materiais conforme a necessidade e de onde são retirados para uso imediato.

SUPORTE LOGÍSTICO (INTEGRATED LOGISTIC SUPPORT – ILS) – Processo relativo àaquisição de produtos, equipamentos e suporte logístico para fornecer ao usuário o nível desejado de disponibilidade, custo do ciclo de vida e respectiva manutenção.

SUPPLY CHAIN – Rede de organizações envolvidas nos diferentes processos eatividades anteriores que produzem valor, sob a forma de produtos e serviços nas mãos do consumidor final.

SUPPLY CHAIN MANAGEMENT – Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento.

SUPRIMENTO (PROCUREMENT) – Ações de planejamento de aquisição, identificação,desenvolvimento, compra, controle de estoque, transporte, recebimento, inspeção de recebimento e operações de estocagem. Inclui todas as ações de logística de recebimento, como compras, análise de custo e controle de estoque.

SWOG (SHIP WITH OTHER GOODS) – Enviado com outros produtos.

SWOT – ANALYSIS – Strengths, Weakness, Opportunity and Threats Analysis.