Manter o site, de um modo geral custa tempo e dinheiro, mas fazemos isso porque acreditamos que o nosso trabalho é importante. Saiba mais

Encontre o local que faça a coleta ou e reciclagem dos resíduos sólidos e perigosos. Clique aqui

As máscaras faciais e luvas são uma ameaça crescente à vida oceânica

Ambientalistas têm alertado contra descartá-las incorretamente.

As máscaras faciais descartadas e luvas estão se acumulando em praias e vias, ruas e calçadas – até mesmo estacionamentos – por pessoas que não se incomodam em descartá-las da maneira certa ou que simplesmente não entendem os riscos de não o fazer.

Não é só o motivo do impacto prejudicial ao meio ambiente, como também representa um risco maior para a comunidade, pois aqueles que acabam em contato com as luvas e máscaras usadas – provavelmente essenciais para os trabalhadores – podem se infectar.

Além do risco à saúde pública, muitas das máscaras e luvas são feitas de materiais não biodegradáveis, como tecidos, plásticos como o polipropileno, e, como tal, não vão se decompor rapidamente – portanto, representam uma enorme ameaça à saúde dos oceanos e da vida marinha.

Obviamente, máscaras faciais e luvas são vitais na luta contra o coronavírus, e devem ser usadas como uma forma de proteger as pessoas e prevenir a propagação do vírus, mas também é vital que os eliminemos da maneira correta, como informa a Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselhando a descartá-los imediatamente após o uso, em uma lixeira fechada antes de lavar as mãos com um desinfetante para as mãos à base de álcool ou sabão e água.

Quaisquer máscaras faciais ou luvas devem ser ensacadas duplamente e fixadas com segurança antes de serem enviadas para coleta. Se não tiver certeza, você deve sempre entrar em contato com a autoridade local para saber sobre as formas adequadas de descartar seus resíduos corretamente.