Manter o site, de um modo geral custa tempo e dinheiro, mas fazemos isso porque acreditamos que o nosso trabalho é importante. Saiba mais

Encontre o local que faça a coleta ou e reciclagem dos resíduos sólidos e perigosos. Clique aqui

Lista de materiais recicláveis e não recicláveis

Há muitas dúvidas de quais são os materiais recicláveis e não recicláveis.

A população muitas vezes não sabe onde cada resíduo deve ser descartado corretamente. Vale destacar que as lixeiras coletivas são divididas nas seguintes cores: amarelo (metais), vermelho (plásticos), azul (papéis) e verde (vidros).

O processo de coleta seletiva começa dentro das casas e para que dê certo, é crucial que a população estejam bem informados sobre quais materiais devem ser separados para a coleta seletiva.

Abaixo conheça os principais materiais recicláveis e não recicláveis:

RECICLÁVEL

Copos, Garrafas, Sacos/Sacolas, Frascos de produtos, Embalagens Pet (Refrigerantes, Óleo, Vinagre,…), Canos e Tubos de PVC, Caneta (Sem a tinta), Tampas, Embalagens tipo Tupperware, Embalagens de produto de limpeza

NÃO RECICLÁVEL

Embalagem Metalizada (Café e Salgadinho), Isopor *, Cabos de Panelas, Espuma, Bandejas de plástico, Acrílico

(*) material possível de reciclar, porém, no Brasil, a tecnologia necessária para esse tipo de reciclagem ainda possui um custo muito elevado. Por isso esse item está na lista de ‘não recicláveis’.

PAPEL

RECICLÁVEL

Jornais e Revistas, Listas Telefônicas, Papel Sulfite/Rascunho, Papel de Fax, Folhas de Caderno, Formulários de Computador, Caixas em Geral (ondulado), Aparas de Papel, Fotocópias, Envelopes, Rascunhos, Cartazes Velhos, Caixa de Pizza, Cartolinas e papel cartão, Embalagens longa vida, tipo Tetrapak *

NÃO RECICLÁVEL

Papéis Sanitários (papel higiênico), Papéis Plastificados, Papéis engordurados, Etiquetas adesivas, Papéis Parafinados, Papel carbono, Papel celofane, Guardanapos, Bitucas de Cigarros, Fotografias

(*) material possível de reciclar, porém, em algumas regiões a tecnologia necessária para reciclagem ainda possui um custo muito alto. Em São Paulo já é possível, por exemplo. Informe-se com a empresa ou cooperativa de coleta da sua região para saber se já fazem esse tipo de reciclagem.

VIDROS

RECICLÁVEL

Potes de conservas, Embalagens, Frascos de remédios vazios, Copos, Cacos dos produtos citados, Vidros, Especiais (Tampa de forno e icro ondas), Garrafas

NÃO RECICLÁVEL

Espelhos, Boxes Temperados, Louças, Óculos, Cerâmicas, porcelanas, pirex, Tubos de TV e monitores, Para-brisa de carros

METAL

RECICLÁVEL

Tampinhas de Garrafas, Latas, Enlatados, Panelas sem cabo, Ferragens, Arames, Chapas, Canos, Pregos, Cobre, Embalagem de marmitex, Papel alumínio limpo, Aerossóis

NÃO RECICLÁVEL

Clipes, Grampos, Esponja de Aço, Latas de inseticidas, Latas de Verniz, Latas de solventes Químicos