Manter o site, de um modo geral custa tempo e dinheiro, mas fazemos isso porque acreditamos que o nosso trabalho é importante. Saiba mais

Encontre o local que faça a coleta ou e reciclagem dos resíduos sólidos e perigosos. Clique aqui

5 iniciativas para a sustentabilidade na cadeia de suprimentos

[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” buttontext=”Ouvir o texto”]

5 passos que estão na direção certa para uma cadeia de suprimentos mais sustentável.

Nos últimos anos, a sustentabilidade e o conceito de “ecologização” têm ganhado atenção na cadeia de suprimentos, as empresas estão buscando maneiras de ser mais ambientalmente amigáveis. Obviamente, existe um sistema de freios e contrapesos para as corporações globais, pois, embora tenham as melhores intenções, a lucratividade ainda é o principal fator de negócios. Nos últimos anos, a sustentabilidade da cadeia de suprimentos se tornou cada vez mais importante, à medida que fabricantes e varejistas assumiram a liderança em iniciativas ecológicas em todo o espectro da cadeia de suprimentos, inclusive no armazém, loja e transporte. Aqui estão cinco maneiras pelas quais essas empresas estão melhorando a sustentabilidade da cadeia de suprimentos:

Embalagem do produto

Uma área preocupante para a saúde a longo prazo no mundo é o uso de embalagens na fabricação e no envio de produtos. Muitas empresas viram as ineficiências de suas embalagens, bem como o desperdício, e consideraram isso um desafio direto para grandes melhorias, a maioria dos varejistas usam uma quantidade excessiva de embalagem ao enviar itens. As caixas extras, plástico bolha, papel de seda e materiais de embalagem adicionais podem ter um impacto negativo no meio ambiente. São materiais que podem ser usados ​​para outras remessas, reduzindo a quantidade de materiais que os varejistas precisam manter à mão. Se o consumidor final não reciclar o excesso de material, estará entupindo os aterros e contribuindo para um problema crescente. Para complicar ainda mais as coisas, as embalagens dos produtos que vão dentro dos caminhões são pouco eficientes, são necessárias mais rotas para entregar todos os pacotes. A combinação de dinheiro gasto em combustível adicional para mais rotas e as emissões de gases desses veículos contribui para questões gerais de poluição.

No entanto, não é apenas a embalagem dos produtos enviados que é um problema. Muitas vezes, a embalagem não é reciclável ou biodegradável, o que agrava o problema. As empresas precisam desenvolver embalagens funcionais, seguras e ecológicas, analisar as tecnologias recicláveis, biodegradáveis ​​e compostáveis, cada uma das quais devem ser testadas em várias linhas de produtos no laboratório. Este será um passo importante para ajudar a reduzir o desperdício de embalagens na cadeia de suprimentos global.

Eficiência energética

A sustentabilidade do armazém é uma grande preocupação na cadeia de suprimentos global. No entanto, existem muitas etapas que os armazéns podem adotar para se tornarem mais sustentáveis, principalmente quando se trata de consumo de energia. Uma parte importante disso é a iluminação adequada dentro do armazém. As luzes LED podem ter duas funções aqui. Primeiro, elas podem fornecer uma melhor iluminação dentro do armazém. Segundo, elas podem reduzir significativamente a energia, reduzindo seus custos anuais de iluminação em 50 a 60% como resultado. Menos consumo de energia é uma vitória para a sustentabilidade.

Outra área de eficiência energética é o uso de fontes alternativas de energia. Mais e mais empresas estão recorrendo à energia solar e eólica para reduzir sua dependência de fontes de energia tradicionais e gerar sua própria energia. Para muitos armazéns, o custo da instalação de painéis solares pode ser recuperado nos primeiros seis meses. Para os armazéns que não são adequados para painéis solares, a energia eólica é uma alternativa, bem como claraboias que permitem a entrada de luz natural e reduzem a quantidade de iluminação elétrica necessária.

Combustíveis alternativos

Os combustíveis alternativos estão criando muita atenção no setor de transporte. Os principais fabricantes de caminhões estão executando programas piloto de semis. Empresas como Daimler, BYD, Volkswagen, Nikola, Tesla e Uber estão fornecendo projetos de negócios para os caminhões elétricos. Empresas como UPS, HDL, FedEx e outras empresas têm implantado vários programas usando vans de entrega elétrica e bicicletas ou scooters elétricas em cidades congestionadas para entregas. Esses projetos pilotos mostraram que bicicletas elétricas, vans, e as scooters são totalmente capazes de lidar com as demandas das entregas. Além disso, robôs e drones autônomos receberam muita atenção por sua capacidade de fazer as últimas entregas, reduzindo as emissões de carbono e o congestionamento. Os combustíveis alternativos são claramente uma área que continuará ganhando força.

Rotas otimizadas

Um TMS – Sistema de Gestão de Transportes pode economizar dinheiro de várias maneiras, incluindo simulação e design de rede, consolidação de carga e seleções de modo de custo mais baixo e otimização de rotas com várias paradas. Do ponto de vista da sustentabilidade, a otimização de rotas é o grande vencedor. Obviamente, a consolidação de carga significa menos caminhões na estrada para entregar o mesmo frete, o que é importante no que diz respeito às emissões de gás carbono. Porém, com a otimização de rotas, as empresas podem usar algoritmos para determinar a rota mais eficiente para cada caminhão na estrada, desde entregas entre países. Ao determinar a rota ideal para cada caminhão, os transportadores podem reduzir significativamente seus custos de combustível, otimização da logística reversa, reduzindo caminhões que não estejam transportando nada para o próximo destino.

Logística reversa e a Reciclagem

Uma maneira final de melhorar a sustentabilidade da cadeia de suprimentos é otimizando o retorno de mercadorias no nível da loja e do armazém. É evidente que as práticas de sustentabilidade também são um aspecto importante do gerenciamento de retornos. As empresas precisam decidir o que farão com o item devolvido, que muda de acordo com o tipo de produto. A decisão de reutilizar, recondicionar ou reciclar ajuda bastante a melhorar as operações sustentáveis.

Em resumo, sustentabilidade na cadeia de suprimentos é cada vez mais importante para o futuro dos negócios e do mundo como um todo. As empresas estão investindo mais dinheiro em iniciativas de sustentabilidade, buscando reduzir o desperdício e as emissões de gás carbono. Essas iniciativas incluem embalagens ecológicas para eliminar o desperdício, usar energia de forma mais eficiente, usar combustíveis alternativos e veículos elétricos, melhorar as rotas de entrega com menos emissões de carbono e garantir que os retornos sejam revendidos, recondicionados ou reciclados. Esses cinco passos estão na direção certa para uma cadeia de suprimentos mais sustentável.